Mike Portnoy ---> prestando tributo às bandas do coração

Posted by TRMB | Posted in | Posted on 00:04

Mike Portnoy pode colocar em seu currículo nada mais, nada menos do que 25 anos à frente (mesmo estando literalmente atrás) da maior banda de metal progressivo da história, que é o Dream Theater, de ter tocado com seus maiores ídolos, de ter montado projetos paralelos como o supergrupo de Rock Progressivo Transatlantic, o outro supergrupo de Rock Progressivo The Flying Colors, o outro supergrupo de Rock Progressivo Liquid Tension Experiment, o outro supergrupo de Rock Progressivo Portnoy, Sheehan, Macalpine & Sherinian, além de ter gravado um disco e feito uma turnê com o Avenged Sevenfold, ter fundado e gravado álbuns com a banda de metal “moderno” Adrenaline Mob e, mais recentemente, tendo lançado um dos melhores discos de hard rock do ano de 2013 com o The Winery Dogs. Ufa! E tem mais! O cara já tocou com Stone Sour, é baterista da banda de Neal Morse e... melhor parar por aqui, corro o risco de ser um post de só com quem Mike Portnoy já tocou.

Fico imaginando quantos shows esse cara já fez na vida com essas diferentes bandas.

Mas a real razão deste capítulo semanal desta coluna é para mostrar também o ótimo trabalho que Mike faz prestando tributo às suas bandas do coração.

O baterista nunca foi um cara de esconder suas inspirações – ele tem até o bigode do Frank Zappa tatuado em uma das pernas! – e para quatro delas, ele montou ótimas e estelares bandas que prestaram tributos e tiveram todos os seus discos oficialmente lançados através da série “Dream Theater official Bootlegs”; vamos a elas!


Yellow Matter Custard – Tributo ao The Beatles

Formado em 2003, fez sua primeira apresentação naquele ano mesmo. Além de Portnoy comandando as baquetas, estão Paul Gilbert (Mr. Big, Racer-X) na guitarra e vocal, Neal Morse (Transatlantic) no vocal, teclado e guitarra, e Matt Bissonette (David Lee Roth, Joe Satriani) no baixo e vocal (substituído por Kasim Sulton nos shows de 2011).
Foram lançados dois discos ao vivo: One Night In New York City (2003) e One More Night In New York City (2011).

No setlist: Magical Mystery Tour, Come Together, While My Guitar Gently Weeps, I Want You (She's So Heavy), Dig a Pony, Nowhere Man e muito mais.



--------------



Hammer of the Gods – Tributo ao Led Zeppelin

Em 2006 foi a vez do Led Zeppelin ser homenageado por Portnoy e seus amigos. O supergrupo daquela vez foi formado por Daniel Gildenlow (Pain of Salvation) no vocal, Paul Gilbert (Mr. Big, Racer-X) na guitarra e Dave LaRue (Dixie Dregs, Steve Morse, Joe Satriani, John Petrucci, The Flying Colors) no baixo.
O álbum foi lançado no mesmo ano com o título de Two Nights in North America.

No set list: Heartbreaker, Immigrant Song, Black Dog, The Ocean, The Rover e mais.



---------------


Cygnus and the Sea Monsters – Tributo ao Rush



Também em 2006 foi a vez do Rush. Contando mais uma vez com o guitarrista Paul Gilbert (esse é parça mesmo do Portnoy, hein!), agora acompanhados de Jason McMaster (Dangerous Toys) no vocal e Sean Malone (Cynic) no baixo, os caras mandaram ver em um disco ao vivo chamado One Night in Chicago clássicos da era progressiva mais pura do Rush: os meados dos anos 70 com uma exceção para a instrumental YYZ.

No setlist: 2112, Cygnus X-1, Hemispheres e YYZ. 



---------------


Amazing Journey – Tributo ao The Who!

Em 2007 veio o tributo ao The Who! – e o mais recente, até o momento -, formado por Portnoy, Gilbert (ah, vá), Gary Cherone (Extreme, Van Halen) no vocal e Billy Sheehan (David Lee Roth, The Winery Dogs) no baixo.
Uma sensacional performance foi registrada com o título de One Night in New York City.

No setlist: Baba O'Riley, Substitute, I Can See For Miles, Bargain, Behind Blue Eyes, Pinball Wizard e mais.








Comments (0)

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...