TOP 5: discos para fugir do carnaval

Posted by TRMB | Posted in | Posted on 11:55

O carnaval chegou e logo vai acabar, mas se você quer fugir do batuque e do 'bundalêlê, aqui estão cinco dicas de grandes  álbuns para esquecer essa data.

Ronaldo S. Lages


            Sentenced: Crimson

O Sentenced dispensa apresentações, a banda que encerrou suas atividades há alguns anos deixou grandes discos. Um deles éx este “Crimson”, álbum que foi o antepenúltimo petardo antes do quinteto finlandês encerrar atividades.
Em Crimson, o Sentenced deu mais um passo a diante, galgaria o topo do metal gótico mundial para finalmente se despedir com o já emblemático “The Funeral álbum” (2010). Quer desintoxicar do carnaval? Ouça Crimson.



            Samael: Eternal


O Samael e uma daquelas bandas que tem o poder de metamorfosear - se, em sua trajetória já perambulou pelo Death Metal, Black Metal, Dark Metal e por fim, o eletrônico; tudo com muito bom gosto, claro.
Este “Eternal” (1999), traz as suas primeiras experimentações com elementos menos 'ortodoxos', incursões de batidas eletro acopladas ao já tradicional clima soturno que caracteriza o som do Samael. Feche a porta do quarto e esqueça o carnaval ouvindo esse disco.


           
            Kreator: Violent Revolution   

 Depois de alguns discos mornos, o Kreator voltaria a surpreender o mundo com este “Violente Revolution”, álbum que marca o retorno definitivo ao trono do Thrash alemão. O quarteto capitaneado por Mille Petrozza nos brindou com 12 composições que  relembram os melhores tempos da banda sem soar datado, “Violente Revolution” tem tudo o que se pode esperar do Kreator, batidas pulsantes, riffs mortais e muita (eu disse muita) criatividade.
Se não tem como fugir do carnaval, podemos exorcizar os maus espíritos com essa inspirada obra dos alemães.



            Paradise Lost: Simbol Of Life


O Paradise Lost teve seu auge na década de 1990, os álbuns “Icon” e “Draconian Times” marcaram época na cena, ainda hoje os fãs reverenciam com fervor os primeiros discos dos ingleses. Entretanto, no fim da mesma década o Paradise Lost aventurou se por caminhos tortuosos lançando discos de pouco impacto que fizeram muitos fãs se afastarem da banda.
A salvação da lavoura só chegaria com este “Simbol Of Life” (2002), a pegada inspirada do quinteto retornaria com força total e Nick Holmes mostraria novamente o grande vocalista que é.
Esqueça as escolas de samba e ouça essa banda (rimou!).



            Shadows Fall: Threads Of Life


O Shadows Fall é um dos últimos gritos inteligentes do Metal norte americano, juntamente com outros grandes nomes como o Unearth, Trivium, God Forbid e Lamb Of God cravou seu nome na cena, e “Threads Of Life” é um bom exemplo disso.
Não é preciso dizer muito do que você vai ouvir nesse disco, o revigorado Thrash o Shadows Fall exala peso, energia e frescor. Ao ouvir a bolacha, a sensação que temos é que a banda tirou a poeira dos melhores medalhões do Thrash oitentista e aplicou uma nova roupagem. Mais um ótimo disco pra botar fogo no carnaval, ou o que sobrar dele.
             

Ronaldo S. Lages é jornalista, publicitário, filósofo, teólogo, crítico literário, artista plástico e cambista no Pacaembu nas horas vagas.

Comments (0)

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...