O som psicodélico sessentista do Blues Pills

Posted by Rose Gomes | Posted in | Posted on 10:39



Se eu fosse descrever o som que a banda sueca Blues Pills faz, eu diria que se trata de um blues rock psicodélico sessentista/setentista de primeiríssima qualidade. Complicado? Nem tanto, basta ouvir o álbum debut da banda – que até então só havia lançado três eps – e você logo sacará do que estou falando. O jovem grupo formado em 2011 traz em sua formação excelentes músicos (que mais parecem saídos diretamente do festival de Monterey em 1967) e destaca merecidamente a doce e potente voz de Elin Larsson.
  

O disco autointitulado é um espetáculo que já começa pela capa desenhada pela artista Marijke Koger-Dunham, conhecida por retratar traços sessentistas em seus trabalhos. Traz dez faixas das quais destaco com louvor High Class Woman, Jupiter, Devil Man, a psicodélica Gypsy (cover de Chubby Checker) e a bluezísticas Black Smoke e Astralplane.






Pra quem gosta de riffs crus, wah-wahs, solos hipnotizantes e doces vocais, a promissora Blues Pills satisfaz e muito bem. Um dos gandes discos do ano!

Blues Pills
(Nuclear Blast)

01. High Class Woman

02. Ain't No Change

03. Jupiter

04. Black Smoke

05. River

06. No Hope Left For Me

07. Devil Man

08. Astralplane

09. Gypsy (CHUBBY CHECKER cover)

10. Little Sun


Comments (0)

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...