Troféu John Entwistle para os melhores baixistas!

Posted by João Carlos Martins | Posted in , | Posted on 09:40

Por João C. Martins

O prêmio, Troféu John Entwistle, em sua primeira edição contou com diversos baixistas que considero serem monstros sagrados da história da música, seja por sua técnica, seja por sua atitude, ou seja até mesmo por sua pura excentricidade. É evidente que quando fiz a escolha, muito se deu por afinidade com as bandas e a história dos caras, mas evidentemente não deixei de lado a contribuição sonora, que é o que mais move essa discussão.

Com o passar do tempo, desde que escrevi aquela primeira lista, acrescentei bastante conhecimento ao meu HD mental, em relação àquilo que escuto, embora não tenha deixado de escutar aqueles que citara, acrescentei outros, que são tão importantes quanto – e diga-se de passagem, não os considero melhor, muito menos piores que os daquela época, e por conta disso, para não sentir que fui injusto com alguém, decidi criar a segunda edição do Troféu John Entwistle, e premiar esses artistas, que já são injustiçados por natureza.

(Caso queira relembrar os escolhidos na primeira edição, é só clicar aqui.)

Se algum dia ouviu de alguém:

“Nossa! Por que essa guitarra só tem quatro cordas?”;

“Ah! Mas com essa aí não da pra tocar Raul Seixas, né?”;

“Gosto desse, tum dum dum dum dum, que ele faz!”.

É porque você passou por um tiquinho daquilo que um baixista passa.

Baixistas

As regras para escolher as dez ilustres personagens que construirão nossa lista são simples, e são elas:

- Eu decido quem são os baixistas e suas colocações no ranking;

- Se ficar faltando alguém, ele terá que esperar a terceira edição;

- Se quiser dar sua opinião, sinta-se à vontade e comente o que bem entender.

Então vamos começar! Lembrando que a ordem é do décimo ao primeiro colocado.

John Entwistle

 

#10 – Roger Glover

rogerglover

O nosso décimo colocado nessa lista, é Roger Glover! Ganhou notoriedade como baixista do Deep Purple e, principalmente, pelos clássicos que são de seu tempo nos graves como, Smoke on the Water e Highway Star, além de outros hits, que podem não ser tão conhecidos por todos, mas são definitivamente fundamentais para qualquer fã de Rock n’ Roll e Heavy Metal.

 

#9 – Tom Araya

Tom Araya

Baixista, fontman, religioso e casca grossa! Ele entra nessa lista, muito mais por sua performance como linha de frente do Slayer, cantando e tocando, do que por ser o melhor baixista que já ouvi, embora suas linhas sejam tremendamente pesadas e inspiradoras a qualquer um que tenha um amor inenarrável por Trash e Death Metal.

 

#8 – Roger Waters

RogerWaters

Este, conhecido como baixista do Pink Floyd, tem como grande marca um groove, quase que único. Desde os primórdios como, na canção Let there be more light, ou nas mais famosas, Money e Another Brick in the Wall, Roger impôs de maneira categórica o que estava fazendo, sem deixar seu instrumento ocultado pela qualidade dos demais.

 

#7 – Troy Sanders

troy-onstage-sweden

Você pode até pensar que cometi algum erro na colocação, por incluir um cara, ainda, pouco conhecido, à frente de gente muito mais consagrada. Entretanto, Troy Sanders baixista do Mastodon e, com grande evidência, Killer Be Killed, em meio a guitarras distorcidas, sujas e pesadas, coloca suas palhetadas lá no alto deixando exposta sua qualidade com o instrumento.

 

#6 – João Ascensão

João Ascensão

Começo me desculpando pela imagem ruim. João Ascensão, para quem não conhece, foi baixista da banda Secos e Molhados no período de 1977 à 1978, e entrou nessa lista pelo trabalho desenvolvido no terceiro disco da banda, intitulado apenas como, Secos & Molhados (III). Caso nunca tenha tido contato com a banda, comece ouvindo a faixa De mim pra você, e entenderá o porquê dele aparecer nessa lista.

#5 – Paul McCartney

Paul Mc

Conhecido por ser o Paul McCartney e, além disso, baixista dos Beatles. Fez com seu instrumento, linhas musicais que são cantadas até hoje como referência de suas canções. Embora muitos possam dizer que não era tudo isso, ele mandou muito bem em todas as fases, desde o Yeah Yeah Yeah, até o Rock n’ Roll que selou a passagem dessas criaturas mágicas pela Terra.

 

#4 – John Myung

John_Myung_-_02

Se você pensou que essa lista estava marolenta até agora, pois então lhe dei um bom motivo para pensar o contrário. John Myung, um monstro de baixista, famoso por suas linhas, que são muito mais que bases, junto do Dream Theater. As canções da banda são repletas de um peso melódico que é colocado pelo cara. Diferente de todos que passaram por aqui até agora, sua preferência é por cinco cordas.

Agora o podium!

 

#3 – Jack Bruce

JackBruce_Jeffr_61277702_Max

Famoso por seu trampo ao lado de Eric Clapton e Ginger Baker no Cream, Jack Bruce, além de ser um excelente baixista, também cantava muito bem e é óbvio que fazer os dois, ao mesmo tempo e com a qualidade que ele fazia, poucos fizeram. Procurando manter-se sempre no pizzicato, o moço ficou em terceiro lugar nessa competição.

 

#2 – Scott Reeder

Scott-Reeder-display

QUEM?! Pois é, Scott Reeder, nem tão conhecido assim e pouco famoso por sua passagem pelo Kyuss. O que encanta mesmo no estilo do cara são suas apresentações ao vivo. O cara é absurdamente intenso e sente a música verdadeiramente, sem contar que é um tremendo baixista! #Stoner

E em primeiríssimo lugar…

 

#1 – Pedrão Baldanza

PEdrão

Talvez ele não seja tão conhecido assim também e isso é uma pena. Pedrão Baldanza é o eterno baixista do Som Nosso de Cada Dia, banda brasileira de Rock Progressivo, além de ter sido também o dono dos graves no incrível trabalho feito com a banda Perfume Azul do Sol, discos de Elis Regina e muitos outros clássicos da MPB. Seu estilo Jazzista funkeado é de uma mescla única, que confesso jamais ter ouvido outro que tenha sido tão bom quanto ele. É a maior influência que tenho hoje, e acredito que será por toda a vida. Sem esquecer de toda a sua qualidade instrumental, Pedrão é um extraordinário vocalista, ao mesmo tempo que toca. Ou seja… Parabéns Pedrão! O vencedor da segunda edição do Troféu John Entwistle!

PS. Este post havia sido escrito ontem (25/10/2014), mas por alguma infelicidade do destino acabei não publicando-o. É com muito pesar que hoje divulgo, pois ainda ontem o terceiro colocado dessa lista veio a falecer. Uma grande perda para o mundo da música, e que me deixou verdadeiramente triste, como se fosse a perda de um familiar ou um amigo. Descanse em paz, Jack Bruce.

Cream–Spooful

★ 14/05/1943

25/10/2014

Comments (0)

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...